Menu

Menu II

domingo, 24 de maio de 2015

O IMPÉRIO ACÁDIO

Império Acádio
O Império Acádio (também chamado Império Acadiano ou Império da Acádia ou somente Acádia) foi um Estado mesopotâmico semita do III milênio a.C. centrado na região da Acádia e com capital na cidade homônima. Surge em 2 334 a.C. como resultado das inúmeras campanhas militares de Sargão (r. 2334–2 279 a.C.) e compreendeu uma área que ia da Síria até a Baixa Mesopotâmia. Existiu por dois séculos, acabando por desintegrar-se durante o reinado de Shu-Turul (r.2168 2 154 a.C.) devido a inúmeras revoltas internas e a pressão de tribos nômades como os gútios. Quando Sargão I, patési da cidade de Acádia, subiu ao poder em 2 334 a.C. ele levou a cabo uma série de campanhas militares que culminaram na conquista de muitas das regiões circunvizinhas, terminando por criar um império de grandes proporções, cobrindo todo o Oriente Médio e chegando a se estender até o Mar Mediterrâneo e a Anatólia. Sargão I era chamado "soberano dos quatro cantos da terra", em reconhecimento ao sucesso da unificação mesopotâmica. É interessante notar, contudo, que, apesar da unificação, as estruturas políticas da Suméria continuaram existindo. Os reis das cidades-estados sumerianas foram mantidos no poder e reconheciam-se como tributários dos conquistadores acadianos. O império criado por Sargão desmoronou após dois séculos, em 2 154 a.C., em consequência de revoltas internas e dos ataques dos gútios, nômades originários dos montes Zagros, no Alto do Tigre, que investiam contra as regiões urbanizadas, uma vez que a sedentarização das populações do Oriente Médio lhes dificultava a caça e o pastoreio. Por volta de 2 150 a.C., os gútios conquistaram a civilização sumério-acadiana. O domínio intermitente dos gútios durou um século, sendo substituído no século seguinte (cerca de 2 100-1 950 a.C.) por uma dinastia proveniente da cidade-estado de Ur.
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Postar um comentário