Páginas

Menu Geral

Menu 2

Menu 3

segunda-feira, 14 de abril de 2014

HISTÓRIA DAS INQUISIÇÕES (1215-1834) - Disciplina optativa (Tópico Especial) primeiro semestre de 2014, Ministrada pelo Professor Dr. Leandro Rust.

HISTÓRIA DAS INQUISIÇÕES (1215-1834)


Disciplina optativa ofertada no curso de História (UFMT), primeiro semestre de 2014.

Conteúdo programado:

I – Da ascensão política à instituição nacional: as inquisições entre 1215 e 1834.

1. Inquisições e “Inquisição”: a história entre a “lenda negra” e o revisionismo 
2. “O sangue de Deus”: Política papal, elites senhoriais e repressão inquisitorial entre 1215 e 1480.
3. “A ferro e fogo”: católicos, protestantes e minorias na repressão inquisitorial (1480-1600)
4. “Pelo Rei e a Igreja”: violência e lógicas jurídicas nos impérios coloniais e Antigo Regime
5. “Cada um na sua fé”: Iluminismo, debates sobre tolerância e o declínio das inquisições 

II – Bruxaria 

1. “Pensando com demônios”: bruxaria e modernidade
2. “Martelos de Deus”: inquisidores, cultura popular e bruxaria nos séculos XVI e XVII

III – O imaginário sobre o Mal

1. “Reinventando o Mal”: as representações do diabo e as relações de poder entre 1250 e 1600
2. “Pelos olhos de satã”: a violência e funções sociais entre 1400 e 1700.

sexta-feira, 11 de abril de 2014

Dia Triste para a UFMT

É com pesar que recebemos a noticia do falecimento do nosso querido PELÉ da cantina, apresentamos nossas sinceras condolências aos familiares, informações sobre os atos fúnebres estão informados na Xérox do C.A. de História (ICHS). Seu sorriso fácil e verdadeiro ficará em nossas lembranças.


Amigo de Todos

sexta-feira, 14 de março de 2014

5 OBRAS DE SANTO AGOSTINHO EM PORTUGUÊS

Aurélio Agostinho (em latim: Aurelius Augustinus), dito de Hipona, conhecido como Santo Agostinho (Tagaste, 13 de novembro de 354 - Hipona, 28 de agosto de 430), foi um bispo, escritor,teólogo, filósofo e é um Padre latino e Doutor da Igreja Católica. Agostinho é uma das figuras mais importantes no desenvolvimento do cristianismo no Ocidente. Em seus primeiros anos, Agostinho foi fortemente influenciado pelo maniqueísmo e pelo neoplatonismo de Plotino, mas depois de tornar-se cristão (387), ele desenvolveu a sua própria abordagem sobre filosofia e teologia e uma variedade de métodos e perspectivas diferentes. Ele aprofundou o conceito de pecado original dos padres anteriores e, quando o Império Romano do Ocidente começou a desintegrar-se, desenvolveu o conceito de Igreja como a cidade espiritual de Deus (num livro de mesmo nome), distinta da cidade material do homem. Seu pensamento influenciou profundamente a visão do homem medieval. A Igreja se identificou com o conceito de “Cidade de Deus” de Agostinho, e também a comunidade que era devota de Deus.

8 LIVROS DE KARL MARX EM PORTUGUÊS (PDF)


Karl Heinrich Marx (Tréveris, 5 de maio de 1818 — Londres, 14 de março de 1883) foi um intelectual e revolucionário alemão, fundador da doutrina comunista moderna, que atuou como economista, filósofo, historiador, teórico político e jornalista. (Wikipedia)

18 OBRAS DE VOLTAIRE EM PORTUGUÊS (PDF)

François Marie Arouet, mais conhecido como Voltaire (Paris, 21 de novembro de 1694 — Paris, 30 de maio de 1778), foi um escritor, ensaísta, deísta e filósofo iluminista francês. Conhecido pela sua perspicácia e espiritualidade na defesa das liberdades civis, inclusive liberdade religiosa e livre comércio. É uma dentre muitas figuras do Iluminismo cujas obras e ideias influenciaram pensadores importantes tanto da Revolução Francesa quanto da Americana. Escritor prolífico, Voltaire produziu cerca de 70 obras em quase todas as formas literárias, assinando peças de teatro, poemas, romances, ensaios, obras científicas e históricas, mais de 20 mil cartas e mais de 2 mil livros e panfletos. (Wikipédia)

quinta-feira, 13 de março de 2014

23 LIVROS DE JEAN-PAUL SARTRE EM PDF

Jean-Paul Charles Aymard Sartre (Paris, 21 de Junho de 1905 — Paris, 15 de Abril de 1980) foi um filósofo, escritor e crítico francês, conhecido como representante do existencialismo. Acreditava que os intelectuais têm de desempenhar um papel ativo na sociedade. Era um artista militante, e apoiou causas políticas de esquerda com a sua vida e a sua obra. Repeliu as distinções e as funções oficiais e, por estes motivos, se recusou a receber o Nobel de Literatura de 1964. Sua filosofia dizia que no caso humano (e só no caso humano) a existência precede a essência, pois o homem primeiro existe, depois se define, enquanto todas as outras coisas são o que são, sem se definir, e por isso sem ter uma “essência” posterior à existência. (Wikipédia)

Baixe os Livros de Søren Aabye Kierkegaard

Nascido em Copenhague, 5 de Maio de 1813, falecido em Copenhague, 11 de Novembro de 1855,  foi um filósofo e teólogo dinamarquês. Kierkegaard criticava fortemente quer o hegelianismo do seu tempo quer o que ele via como as formalidades vazias da Igreja da Dinamarca. Grande parte da sua obra versa sobre as questões de como cada pessoa deve viver, focando sobre a prioridade da realidade humana concreta em relação ao pensamento abstrato, dando ênfase à importância da escolha e compromisso pessoal. (Wikipédia)

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

sábado, 1 de fevereiro de 2014

Agora Super História tem Música


Video da 2ª Guerra Mundial - Avanço e queda Alemã

Quem Controla o Oriente Médio? Apresentação Animada


Quem tem controlado o Oriente Médio, ao longo da história? Quase todo mundo. Egípcios, turcos, judeus, romanos, árabes, persas, os europeus ... a lista continua. Quem vai controlar o Oriente Médio hoje? Essa é uma pergunta muito maior.

Guerras mortais da América - Mapa Animado

Qual presidentes e partidos políticos foram responsáveis ​​por guerras mortais da América? Até que ponto você pode culpar um presidente ou um partido político para a escolha de ir para a guerra? Este mapa pode conter algumas respostas. Ele ilustra a história da guerra americana 1775-2006. A guerra é um mal necessário. Política, no entanto, não deveria ser.

História Antiga

Loading...

Noticias da História Brasileira

Loading...

Noticias da Historia Geral

Loading...